FELIZ DIA DO PROFESSOR – CONTINUAÇÃO

Home / blog / FELIZ DIA DO PROFESSOR – CONTINUAÇÃO

Agora foi a vez da Professora Isabel contar pra nós um pouco de sua experiência! Dá uma olhada: é emocionante o depoimento dela.

“Hoje, olho para minha caminhada e vejo que sem paixão não conseguiria!”

Trabalho com educação há 24 anos e sinto muito orgulho e satisfação com essa escolha.

Fiz a faculdade de Letras – Português na PUC-PR. Tudo começou com uma amiga que estava fazendo o mesmo curso e me contava sobre as aulas. Eu fiquei muito empolgada e sonhava em poder fazer a diferença na educação. Quando somos jovens, são sonhos apenas, mas o tempo vai passando e se percebe que é possível, sim, fazer algo diferente. E foi na faculdade que conheci uma professora de literatura que dava aulas no Colégio M S M, em Curitiba. Ela falava maravilhas do colégio e eu pensei “quando me formar é lá que vou trabalhar”. Depois de formada, através de uma grande amiga, a Cláudia, para lá foi o meu currículo e logo fui chamada para uma entrevista. Na época, o coordenador pedagógico disse que eu não podia ser contratada porque não tinha experiência. Fiquei decepcionada e respondi: “Disseram-me que essa era a melhor escola de Curitiba e eu quero ganhar experiência aqui. Me ensinem, então, a ser a melhor professora!”. Minha ousadia deu certo, fui contratada e aqui estou até hoje, feliz e realizada.

Aprendi muito do que sei com professoras muito competentes, que tiveram paciência com a “novata”. Hoje, procuro seguir os ensinamentos delas não só no ambiente escolar, mas em todas as minhas ações, diariamente. Afinal, não eram só conteúdos, eram a paciência, a tolerância e o amor pelas crianças.

Trabalho com Língua Portuguesa para o 8º ano e explorar a linguagem e a literatura para essa faixa etária é fascinante, pois há um leque de possibilidades de desenvolver atividades diferenciadas e atraentes para eles. Procuro envolvê-los em projetos literários e linguísticos, sem deixar de lado os valores humanos, e sempre digo que não só ensino como também aprendo muito com meus “pequenos”. Durante minha história profissional, passei pelos momentos mais importantes da vida, casei, tive filhos, me encantei e me decepcionei. Conheci pessoas muito especiais, que sempre estarão presentes na minha vida e que são mais do que colegas, são amigos de verdade.

Hoje, olho para minha caminhada e vejo que sem paixão não conseguiria! Às vezes olho para trás e penso que poderia ter agido diferente em uma ou outra situação, mas, mesmo assim, me orgulho das conquistas e amo encontrar meus antigos alunos, muitos formados e já com filhos. E eles sempre lembram alguma história que contei ou algum “ensinamento pra vida”, que dizem que eu passei para eles. Isso é demais!!

Sei que o ensino no Brasil está carente de uma educação mais significativa. A realidade é dura! Meu contexto de escola privada é diferente do que meus colegas vivenciam no dia a dia das escolas públicas. Mas, em cada aula que eu preparo, penso na relevância do conteúdo para a vida diária do meu aluno e em que contexto aplicar. Ensino a olhar para o próximo e serem solidários e justos. Acho que esse é o caminho.

Como outros professores, já passei pelo retroprojetor e hoje temos lousa digital em algumas escolas. Então, como acompanhar o progresso, a tecnologia e as novas experiência e ritmos de vida das crianças e adolescentes? Não dá para parar de estudar. Precisamos estar atentos e antenados a esses novos conceitos tecnológicos e, consequentemente, culturais. Com criatividade, determinação e confiança dá para fazer a diferença na vida dos alunos.

Sou grata pela oportunidade diária de passar conhecimento e valores aos que estão sob meus cuidados. Sei da responsabilidade social que tenho com a comunidade escolar e pretendo, futuramente, depois de conseguir me aposentar, trabalhar com educação social e solidariedade. Que eu tenha força e coragem para continuar e seguir em frente!!

Depoimento de Isabel Cristina Senff

Outros Posts